Ciclovias e cultura de uso da bicicleta

Posted by wille on sex 30 agosto 2013

Casal da melhor idade pedalando em
Londres

Muita gente coloca a existência de ciclovias como um fator determinante para que as pessoas usem a bicicleta como meio de transporte em uma cidade. No entanto alguns exemplos provam que o uso da bicicleta é muito mais uma questão de cultura do que de infraestrutura urbana. Pedalar em Londres e Barcelona me deram argumentos para defender essa opinião.

Barcelona foi a primeira cidade do mundo a ter um sistema de empréstimo de bicicletas público. Em comparação com Londres, praticamente tudo em Barcelona é mais favorável ao uso da bicicleta. O clima é mais ameno, a cidade é menor e a quantidade de ciclovias é maior. Pedalei bastante na orla e na região central de Barcelona e praticamente não precisei dividir espaço com os carros na rua. Pedalei bem pouco fora de ciclovias. Já na região central de Londres há apenas algumas ciclofaixas e pouquíssimas ciclovias. Os ciclistas podem usar as faixas exclusivas para ônibus, porém os táxis também as utilizam e, no centro da cidade, há mais táxis circulando do que outros carros. Apesar de tudo isso, Londres tem muito mais pessoas pedalando. Já as ruas de Barcelona, mesmo com um sistema de transporte público barato e de excelente qualidade, estão cheias de carros e não há tantos ciclistas quanto a infraestrutura da cidade permite.

Ciclovia em uma das principais avenidas de
Barcelona

O que explicaria essas situações completamente opostas? Considero ciclovias e ciclofaixas importantes. É ótimo ter um espaço para pedalar com toda a segurança, porém incentivar a cultura da bicicleta é mais importante do que construir ciclovias. Quanto mais pessoas pedalam, mais pessoas vão querer pedalar. E com mais ciclistas nas ruas, teremos mais visibilidade e seremos mais respeitados pelos motoristas.

Outro fator que considero importante para o grande número de ciclistas em Londres é o pedágio urbano aplicado por lá. Para se usar o carro na zona 1 (a mais central) paga-se £10 por dia, além do valor do estacionamento.

Sistemas de compartilhamento de bicicletas

Uma das estações do Barclays Hire Scheme, o sistema de aluguel de
bicicletas de
Londres
O serviço público de aluguel de bicicletas de Londres foi meu principal meio de transporte nas 4 semanas que passei lá. O serviço não é nada burocrático, basta colocar o cartão de crédito ou débito num dos totens, pagar a taxa semanal ou diária e usar as bicicletas. Não é necessário nenhum tipo de cadastro. Já em Barcelona não pude usar o serviço de compartilhamento de bicicletas da cidade, chamado de Bicing, pois este é retrito a quem reside na cidade. A solução então foi recorrer a uma das várias empresas que alugam bicicletas para turistas.

Estação do
Bicing

O que eu gostei do Bicing foi o design das bicicletas, elas parecem ser bem mais leves e confortáveis do que as bicicletas de Londres...



Comments !